segunda-feira, 28 de julho de 2014

Chocolate-Peanut Butter Banana Cream Pie

Estou numa fase, que espero permanecer por um bom tempo, de testar novas receitas de sobremesa.
Tudo começou depois que o Vini casou. Isso mesmo! Minha mãe pensou "já que agora os 2 filhos estão casados, posso delegar algumas funções do almoço de domingo". Enfim... o Vini casou, e a mamis fez certo: me deixou sempre responsável pela sobremesa.
Confesso que esqueci/tive preguiça/achei que ia dar tempo mas não deu um milhão de vezes, e aí acabávamos não tendo sobremesa depois do almoço de domingo, o que é um sacrilégio. Mas eu estou tomando jeito... eu acho.
Então, com essa responsabilidade, minha vontade de fazer receitas diferentes fica atiçada, pois eu sinceramente não tenho muitas ideias, mas adoro - ADORO - tentar receitas diferentes na cozinha :)
Um grande aliado, para não dizer o grande mentor, é o Pinterest. Como diz minha amiga: preciso de uma Pintervention urgente! Quando começo a fuçar por lá, passam-se horas e horas até eu perceber que já está na hora de dormir!
Eu geralmente escolho o "tema" da sobremesa com um ingrediente principal: maçãs, peanut butter, morangos, e por assim vai.
A campeã desta semana foi a dita cuja já citada. Mas eu não pego qualquer receita que apareça: eu "estudo" estas receitas, vejo se gosto dos ingredientes, tento imaginar o sabor e até adapto uma ou outra coisa.
Sem mais demora, vou ensinar como fazer essa sobremesa, que ganhou o coração de todos os que provaram. E olha que uma destas pessoas é o meu tio personal trainer, que é super geração saúde e não come besteira: ele caiu de cabeça na torta. E o Gui disse o seguinte: já achai minha nova sobremesa favorita.

A receita original é deste blog aqui. Eu fiz algumas modificações, e para mim funcionaram bem demais.

Obs: você vai precisar de 2 xícaras de half-half. Como preparar: 1 xícara de half-half = 2/3 de xícara de leite desnatado + 1/3 de xícara de creme de leite (eu uso o fresco). Faça 2 xícaras!

Comece com o creme de peanut butter.
Misture em uma panela a fogo médio as 2 xícaras de half-half, 6 colheres de sopa de açúcar branco e uma pitada de sal. Neste meio tempo, bata com um fouet ou batedeira (fica a seu critério) 5 gemas de ovo. Depois que ficar uma mistura homogênea, coloque 2 colheres de açúcar, e bata novamente, até o açúcar dissolver. Misture 3 colheres de sopa de amido de milho - sem dissolver - na mistura, e bata, bata, bata, bata, até conseguir uma mistura amarelo pálida.
Quando a mistura no fogo começar a formar bolhas pequenas, retire do fogo e vá acrescentando na vasilha onde está a mistura de ovos, açúcar e amido. Misture bem. Depois disso, retorne esta mistura na panela e leve ao fogo, até formar uma massa cremosa. Leva mais ou menos uns 30 segundos. CUIDADO nesta parte: não largue a panela no fogo, pois a massa engrossa rapidamente mesmo! Quando formas esta massa macia, desligue o fogo e adicione 3/4 de xícara de peanut butter e 1 colher e 1/2 de chá de essência de baunilha - o meu peanut butter é sem amendoim em pedaços, que é o indicado pela receita.
Coloque esta mistura em uma vasilha, e leve à geladeira por pelo menos 3 horas!




Próximo passo: a massa da torta.
Na receita original a pessoa fez a massa com salgadinho de pretzel. Eu tenho feito todas as minhas massas de torta com aquela bolacha Nesfit® Aveia e Mel, e para mim tem sido a melhor base de tortas que eu já experimentei. Como fazer: bater 1 pacote no liquidificador, até virar pó. Às vezes ficam alguns pedaços grandes, o que eu acho uma delícia! Misture, numa vasilha, este pó de bolacha e 1/4 de xícara de manteiga derretida. A massa não fará uma liga completa, mas não é preciso. Basta espalhá-la na forma de fundo falso, e assar por 10-15 minutos, DEPENDENDO da potência de seu forno.




E agora, o ganache.
Enquanto a massa está assando e o creme está esfriando, derreta 01 barra de chocolate meio amargo e 1 caixa de 200g creme de leite numa panelinha, em fogo médio, mexendo o tempo inteiro, até obter um chocolate lindo e divo perfeitamente homogêneo. Aqui vai um adendo: eu fiz o dobro, e ficou uma delícia, mas não precisava. Acho que fazer só 1 barra preserva o sabor do peanut butter, pois senão terá muito chocolate para as outras partes.




Retire a massa do forno, e, após esfriar um pouquinho, coloque o ganache ali. Com ele ainda mole, acrescente de 2 a 5 bananas cortadas em rodelas de aproximadamente 1 cm de altura. Na receita original fala 2 bananas, mas eu achei muito pouco. Espalhe as babanas até cobrir o fundo da torta.
Após as 3 horas na geladeira (ou mais, até 02 dias!), espalhe a massa de peanut butter por cima das bananas e ganache. Gele a torta para a etapa final, por umas 4 horas pelo menos (a minha passou a noite na geladeira, pois era para o almoço).



Creme de nata.
Bata na batedeira ou mixer (que foi muuuuuuito melhor e mais rápido) 1 pote e 1/2 de creme de leite fresco, com 4 colheres e 1/2 de sopa de açúcar e 1 colher de chá de extrato de baunilha, até adquirir aquela consistência de creme de torta alemã, sabe como?
Espalhe por cima da torta. Para finalizar, ao invés de chocolate, eu coloque farofa de sorvete - tipo farofa de paçoca - por cima.




Leve para a família, e se prepare para os elogios e pedidos de quero mais! ;)






Um comentário:

  1. Trabalhosa! Mas vou tentar e depois te falo! Por que o que ouvi hoje sobre a tal peanut pie...Tive que conferir! Parabéns! Bjs

    ResponderExcluir